Multi pertransibunt et augebitur scientia (Muitos passarão, e o conhecimento aumentará).

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

UMA SIMPLES MUDANÇA DE PERSPECTIVA


por Mario Sales, FRC.:, Gr.:18 - C.:R.:+C.:, S.:I.:(membro do CFD) 


"Novas notícias chegaram sobre os missionários. Eram estrangeiros -  de  que país mesmo, ninguém sabia, tão atrapalhado era o português que falavam - , muito vermelhos , e "estavam  dispostos a fazer uma boa colheita de almas para Deus", no dizer da piedosa D. Antonina. E pregavam,pregavam. Todos os dias , de hora em hora, a partir das duas da tarde , um deles subia ao púlpito e narrava os horrores do inferno, os jardins do paraíso, a miséria da alma em pecado mortal, a traição de Judas, a aflição dos ricos no juízo final, a doçura de sofrer e ser humilhado, o perigo de casar somente no civil, a necessidade de contribuir para as obras pias, a loucura de lidar com maçons e espíritas..."
Contos de Aprendiz, trecho do conto " A salvação da Alma", de Carlos Drummond de Andrade, Companhia das Letras



Bom dia Sóror Lais
Agradeço suas palavras e sua demonstração de confiança. Espero confirmar sua intuição.
Achei seu email tão interessante e com aspectos tão gerais que resolvi responder aqui no blog.
O tema é a relação entre as dificuldades objetivas do mundo material e a prática do rosacrucianismo, tanto na atividade dos corpos afiliados como no âmbito da vida pessoal.
Embora não seja um tema original, é uma questão da maior importância.
Não foi por menos que o frater Lewis dedicou um dos seus primeiros textos rosacruzes ao assunto ( "Princípios Rosacruzes para o Lar e para os Negócios"), pragmaticamente resumindo, e no meu julgamento, esgotando de maneira brilhante a questão.
Veja , são dois os pilares da prática moderna rosacruciana: o uso da palavra sagrada e a prática da Visualização Criativa.
A primeira, por motivos óbvios, não discutirei aqui.
A segunda, no entanto, está tão demonstrada publicamente que não há porque não falarmos dela.
O que percebo é que a técnica da Visualização Criativa é tão radicalmente poderosa e mágica que, não rosacruzes ou membros da rosacruz, a maioria das pessoas que a aprendem não conseguem por a técnica em prática.




O problema sóror não é intelectual. É psicológico antes de ser místico. É difícil e às vêzes impossível crer na informação de que podemos ter tudo e qualquer coisa que desejarmos, bastando manter a imagem clara em nossa mente.
Sofremos todos da mesma patologia mental: por anos fomos condicionados a duvidar de nós mesmos, a nos esquecermos de nosso poder interno, a duvidar das palavras de nosso, como chamamos na terminologia rosacruz, Mestre Interior.



O poder de transcender as limitações materiais depende apenas e tão somente de superar nossa convicção íntima de que isto não é possível. E este é o problema.
Houve época em que a magia era uma prática cercada de rapapés e salamaleques. Isto acabou há dezenas de anos.
Hoje evoluímos nossas técnicas e percebemos que  necessitamos apenas de uma imaginação firme, com pensamentos, para citar Descartes, claros e distintos.
Mente caótica, mundo caótico.
Mente em harmonia, mundo em harmonia.
A identidade entre nossas convicções e os fatos que nos cercam é total e indestrutível.
Não é possível mudar o que está fora sem mudar nossa atitude interior. A prosperidade material depende portanto, para se manifestar, de nos libertarmos do discurso do sacrifício.
Se entendermos que somos Filhos de Deus, verdadeiramente, veremos que nada, absolutamente nada nos será negado desde que seja para o nosso bem e o de todos que nos cercam. Nenhum bem estar, nenhum conforto material, nenhuma riqueza ou fausto deve ser encarado como pecaminoso ou manifestação de materialismo excessivo se visar a consecução da dignidade material a qual todos os homens e mulheres deste mundo têm direito.
Para nós mesmos, a sóror perceberá, não é preciso muito. Para a coletividade que nos cerca, no entanto , podem ser necessários recursos mais amplos, construções mais confortáveis, instalações com mais capacidade de receber os frateres e as sorores com o respeito e bem estar.
Quanto a isto, o tamanho da nossa necessidade, seja ela grande ou pequena, como lembra Frater Lewis em seu antológico texto, não há a mínima diferença.
É preciso entender, e este é o ponto crucial deste texto, que, como dizia Karl Marx no início de "O Capital", "tudo o que é sólido desmancha no ar".
Eu acrescentaria que tudo que parece sólido é apenas a projeção de uma imagem, tão densa quanto fumaça. E pasme sóror, não é o místico que diz isto, mas o físico positivista ortodoxo que estuda o microcosmos, as partículas subatomicas, a chamada física quântica.
Que estas estruturas de baixíssima densidade, quase que uma fumaça, pareçam sólidas, tudo depende de forças magnéticas e de campos de energia que mantém os átomos juntos e numa relação de aparente estabilidade de forma.
Tudo que é sólido, sóror, ou aparentemente sólido, tem a mesma solidez de uma imagem de qualquer filme projetada na tela a nossa frente, no cinema.
Esta é uma informação e um conceito que esbarram com nossas convicções. É possível entender, mas não é fácil aceitar. Porque? Porque cremos que não é assim e não porque não seja assim.
Agora farei a afirmação mais difícil de absorver: são nossas crenças que nos afastam do sucesso e da prosperidade material.
É natural que a sóror ache que estou descrevendo cenários inaceitáveis e absurdos. Para o indivíduo comum entender a física quântica, que não possui nada de mística, embora seja extremamente esotérica, também é quase impossível.
Imagine para aquele que entra na Rosacruz, e lê , logo nas primeiras monografias, que através da visualização mental ele pode realizar ou materializar qualquer desejo, resolver qualquer necessidade.
O neófito poderá até achar fascinante este conceito, mas séculos de maldição bíblica (trabalharás a terra com o suor do teu rosto) virão imediatamente à sua mente e ele dirá consigo: "Lindo, pena que é só uma fantasia." E deixará a questão de lado.
Por isso tantos e tantos estudantes vivem uma condição absurda de penúria física depois de terem recebido a chave de poder: crenças, crenças profundamente arraigadas no subconsciente, crenças que são como bloqueios para a felicidade de qualquer um.
Lembro-me de ouvir a narração de um frater de Niterói, RJ , sobre a gestão de Mestre que tinha realizado, e que, em um ano, havia transformado um Capítulo em uma Loja e erguido um prédio de três andares para abrigar as instalações confortáveis do corpo afiliado. Isto em apenas uma gestão. E a todos que perguntavam qual o segredo para aquele feito milagroso ele respondia surpreso: "Eu só usei o que a Ordem me ensinou e ensina a todos , a Visualização Criativa".
Eu mesmo usei a técnica aqui no Capítulo Suzano, na minha cidade, quando estive na função de Mestre do Capítulo.
É isto. Para quem domina a técnica , toda a realização, por mais miraculosa que pareça, é apenas banal.
Por que sóror, para ser sintético, a técnica funciona.
Já a utilizei na minha vida pessoal N vezes. Ela me ajudou a conseguir a minha casa, a construir a minha biblioteca, a mudar de qualidade de vida, de emprego e de cidade. Me ajuda todo dia a achar coisas que perco. Já me ajudou a recuperar um carro furtado, em perfeito estado, três dias depois do fato ocorrido.
Portanto, quando falo que o que nos impede de conseguir a prosperidade são as crenças, não é uma crença minha saber que esta técnica funciona, mas sim a experiência.
Como qualquer rosacruz deve fazer, experimentei a técnica e hoje, se sei que ela funciona, sei porque vi a técnica funcionando, não uma, mas várias vêzes.
Se a sóror colocar um DVD e não gostar do filme, trocará o DVD por outro mais agradável.
A vida que vivemos é como o filme que colocamos para assistir em nossa casa. Se quisermos mudá-la, basta que o façamos. Não pelo esforço físico e intelectual apenas, mas com tudo isso a reboque de nossa visualização criativa.
É a visualização que arranjará os átomos a nossa volta de forma que a imagem que nos cerca mude completamente, como se trocássemos um DVD e mudássemos o tipo de filme que assistimos.
Todo o resto, sóror, problemas de relacionamento administrativo, dificuldades materiais do corpo afiliado, tudo desaparecerá "como num passe de mágica", e as bênçãos sobre voce e o corpo afiliado "cairão do céu", de maneira intensa e contínua.
Não há nada mais poderoso do que a Visualização. Acredite. É a mais pura verdade e a mais difícil das iniciações.
Faço votos que voce consiga mudar sua perspectiva dos problemas.
Apenas esta mudança, às vêzes, é o suficiente.
Agradeço o contato e estarei sempre a disposição para um bate papo.
Paz profunda