Multi pertransibunt et augebitur scientia (Muitos passarão, e o conhecimento aumentará).

quarta-feira, 20 de julho de 2011

SINAIS


Por Mario Sales, FRC.: ; S.:I.: ; M.:M.:

Meu pai corta a caixa de leite de um modo muito peculiar.
Ele gosta de dar um corte em uma das pontas e fazer uma pequeno corte na parte de cima e no meio da caixa, pequeno, segundo ele apenas o suficiente para que o ar entre.
Sempre achei este método insatisfatório.
Corto habitualmente as pontas de um lado e de outro e abro um buraco generoso que evite o "soluço" do leite que sai do bico aberto da caixa e com isso impeça um acidente matinal na mesa do café.

O pai não está aqui em São Paulo; foi ao Rio resolver algumas pendências e ficou de voltar esta semana.
Para minha surpresa me deparei com uma caixa aberta ao seu estilo, uma pequena abertura em uma das pontas e um talho na parte do meio, em cima, sem outra abertura atrás.

Na sua ausência deduzi que era obra de minha mãe, ou de minha filha menor, que às vezes segue o passo do avô; mas reconheci neste modo de abrir a caixa de leite a assinatura de meu pai, sua presença intelectual, seu estilo.
É como se ele estivesse já em casa e tivesse chegado antes de mim na caixa de leite, embora não esteja aqui de verdade.
Pensei no quanto estas considerações se assemelham a nossa relação com o Altíssimo. Incompreensível, impensável, indefinível, para sempre Misterioso em Sua Grandiosidade.
No entanto Sua Criação transborda de suas marcas , de seu estilo arquitetônico, em suma de seus sinais, que refletem a sua presença intelectual em tudo que tocamos, cheiramos e vemos.
É pela Sua Obra que O conhecemos, é o que se diz.
Como na caixa de leite em cima da mesa.
Uma assinatura e uma presença indiscutível, apenas na maneira de cortar a caixa.
Sinais de Sua presença. Inconfundíveis sinais.