Multi pertransibunt et augebitur scientia (Muitos passarão, e o conhecimento aumentará).

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

OS COMENTÁRIOS DE INC


INC

Inc ( provável abreviatura de Incógnito) é o pseudônimo de um comentador do Rio Grande do Sul relativamente assíduo do Blog.
Recentemente ele fez dois comentários ao post GRUPO VIRTUAL DE ESTUDOS MARTINISTA DOS ANTIGOS E DOS ATUAIS MESTRES DA HEPTADA MARTINISTA GUARULHOS LEITURA ANALÍTICA DE "O MINISTÉRIO DO HOMEM ESPÍRITO" DE LOUIS CLAUDE DE SAINT MARTIN, os quais, por motivos pessoais, não pude decentemente responder, mas os quais li com atenção, pela pertinência e pelo aspecto complementar que possuem em relação ao texto do post.

Em virtude disso, gostaria de colocar seus comentários em destaque para podermos depois trabalhá-los. Agradeço ao frater gaúcho por sua atenção ao nosso trabalho.

Inc   7 de agosto de 2014 12:28

Mário, louvável a ideia de colocares na 'tábua' uma discussão tão árdua. As leituras devem sempre ser críticas e não meramente passivas.
Pelo que tens escrito no blog, há bastante tempo, tenho a impressão que tens uma visão muito pessimista em relação ao pensamento de SM.
Também tenho lido SM com frequência e vejo que ele busca dizer que a dor, angústia que sente o homem de desejo, demonstra que ele não está em seu lugar de origem (teoria da queda e reintegração), tanto é assim que para obter o Shabat ele tem que conquistá-lo com o suor de sua face.

O homem precisa desenvolver-se, coisa que para o animal, por exemplo, não é necessário, pois o animal nasce praticamente pronto, digamos assim. A potencialidade do homem por outro lado, é quase infinita, enquanto para o animal é muito limitada.

A angústia não se desenvolve no homem porque ele não bebe bons vinhos ou porque não aproveita uma boa dança, ou porque é desenquadrado da sociedade, mas porque vê maldade em si mesmo e em seus irmãos. Veja que o próprio Cristo diz que não somos deste mundo mas estamos nele (João 15, 18-21). Eu não precisaria citar aqui exemplos de maldade que vemos no dia a dia.

Na vida de Jacob Boheme ocorreu o mesmo, ele sentia uma angústia (aguilhão) desmedida até ser iluminado.
Veja que o próprio Buda (Sidartha Gautama) vivia em um palácio e só foi buscar a vida espiritual depois de ver o sofrimento de seus irmãos, o qual lhe causou sério impacto.
Sem angústia não há busca e, repito, essa angústia não é pela situação social, dinheiro ou casos amorosos, mas pela 'saudade' da Jerusalém celeste, onde todos seremos verdadeiramente irmãos.
Se tudo estivesse perfeitamente bem nenhum homem buscaria a espiritualidade ou a evolução.
SM sustenta, em todas suas passagens, a necessidade da busca pelo aperfeiçoamento do homem e não a imperfeição de forma estática, tanto que a todo momento busca estimular o desejo por este aperfeiçoamento.
'O segredo do Homem de Desejo é o Desejo do Homem'.

Um grande e fraternal abraço.




Inc 12 de agosto de 2014 21:02


Mário, seguindo no raciocínio, e pedindo licença para escrever-te novamente, gostaria de colocar duas passagens que provocam a discussão no sentido de que a questão não se trata da negação da carne porque ela seria 'má', mas, na verdade, constitui-se da busca por algo melhor constituindo-se do que se veio a chamar de ascese positiva.
- A ascese positiva não luta contra a carne, mas contra o germe do mal na alma, tendo em vista a união com Deus. Por exemplo: ..se alguém passa a noite em oração e sem sono não o faz para privar o corpo do repouso, mas para se unir a Deus pela oração. São Martinho deu seu manto a um pobre não para que sua própria carne sofresse com o frio, mas porque queria acabar com o sofrimento do seu próximo. Santo Antão não foi ao deserto para lá fazer sua carne sofrer, mas para estar sozinho na presença de Deus. O monge renuncia ao matrimonio nao porque tenha odio à mulher e às crianças, mas porque está abrasado de amor de Deus.
No mesmo sentido, o sábio que se fecha no seu escritório a fim de se dedicar aos seus estudos é movido a isso pelo amor à verdade e não porque odeie o sol...
A ascese positiva é a troca do bom pelo melhor.



O filósofo Desconhecido por diversas vezes, sempre que possível, canta as maravilhas da realidade Espiritual, deixo-o transcrito: 'Alegria pura, alegria divina, não sereis estéril em mim. Por demais repleto de vós para vos conter, quero que tudo o que existe seja disso testemunho'. E, além disso, manifesta que apenas o homem pode deixar entrar o mal ou não por meio do seu coração.

Tens razão quando manifestas o sentimento de culpa que pode ser gerado da interpretação errada do cristianismo. Muitos e muitos seguidores, quase sem fim, são maculados pela culpa ao invés de buscar o caminho da sabedoria pelo amor à verdade. Tratam-se de atitudes diferentes.

Pedindo desculpas pela nova intromissão, saúdo fraternalmente.
(os livros que extraí as passagens são O homem de desejo de LCSM e Meditações sobre os 22 arcanos do Tarô de um autor desconhecido editora Paulus).