Multi pertransibunt et augebitur scientia (Muitos passarão, e o conhecimento aumentará).

sábado, 1 de setembro de 2012

ESCREVER


por Mario Sales, FRC.:, C.:R.:+C.:, S.:I.:(membro do CFD)

Vir aqui no blog todas as semanas e deixar algumas marcas no ciberespaço me consola.Alguns anos atrás eu perguntava ao vazio: "Quem lê blogs?". Hoje isso não importa mais, porque o hábito, o vício, a necessidade de escrever, supera a possibilidade de ser lido ou não. 
Ainda mais se imaginarmos a especificidade deste nicho, textos voltados especificamente para membros de ordens iniciáticas, em 2012, quando o segredo saiu de moda e apenas a discrição é suficiente, pode-se imaginar que não serei alvo de milhões de acessos. É um assunto para poucos, muito poucos, mas mesmo isto, agora, não tem mais importância. Meus dedos querem o teclado, meu espírito quer o teclado, nem que seja para reflexões breves sobre o ato de escrever como esta. Eu gostaria de escrever todos os dias, mas não consigo. Entre um ambulatório e outro, acho que o sofrimento dos pacientes no serviço público ou fora dele ou a monotonia dos procedimentos burocráticos me exaure as energias. Nem sempre chego em casa inspirado ou tocado por uma motivação qualquer. Mas aos sábados sempre resta a calma e a tranquilidade desta casa verde e cercada de plantas, e aí, na quietude da manhã, as idéias fluem de mim para a tela, sem obstáculos, sem dificuldades.
E assim, está feito.
O ato de registrar as imagens e os conceitos, as divagações, já me agrada e consola. E passo o dia muito bem. Independente se o que escrevi será ou não lido, independente de quem leu gostou ou não, escrevi, e isso me basta.
É muito boa essa sensação.