Multi pertransibunt et augebitur scientia (Muitos passarão, e o conhecimento aumentará).

sábado, 16 de outubro de 2010

Como auxílio ao estudo de todos os Martinistas, publico resumidamente o texto abaixo, que não é de minha autoria, mas acredito que possa ser útil aqueles que, como eu, tenha curiosidade de saber o que significam as horas de Apolônio de Tiana, principalmente a sétima.Ao que parece, são em número de 12 para se harmonizarem com os signos do zodíaco, o que é reforçado pela relação entre a dualidade e o signo de peixes.Mas isto é apenas uma intuição pessoal sem confirmação e estou aberto a comentários e correções. As definições são muito herméticas e cada uma requer não só meditação como inspiração na busca de sua compreensão total.



Na obra Nuctemeron os ensinamentos de Apolônio são distribuídos como em um relógio em 12 horas, ou degraus, e a cada hora corresponde uma instrução especial. Os ensinamentos daquela obra são apresentados em linguagem um tanto velada. São ensinamentos de altíssimo nível.


Primeira Hora: "Os demônios entoam em conjunto louvores a Deus. Eles perdem a maldade e a ira."
Segunda Hora: "Mediante a dualidade, os Peixes do zodíaco louvam a Deus. As serpentes ígneas enrolam-se em torno do caduceu e o relâmpago torna-se harmonioso."
Terceira Hora: "As serpentes do caduceu de Hermes se entrelaçam três vezes. Cérbero escancara sua tríplice goela e o fogo entoa louvores a Deus pelas três línguas do relâmpago."
Quarta Hora: "Na quarta hora a alma regressa da visita aos túmulos. É o momento em que as quatro lanternas mágicas dos quatro cantos do círculo são acesas. É a hora dos encantamentos e das ilusões."
Quinta Hora: "A voz das Grandes Águas entoa ao Deus das Esferas Celestiais."
Sexta Hora: "O Espírito permanece impassível. Ele vê o monstro infernal vir ao Seu encontro e está sem medo."
Sétima Hora: "Um fogo que dá vida a todos os seres animados, é dirigido pela vontade de homens puros. O Iniciado estende a mão e o sofrimento transforma-se em paz."
Oitava Hora: "As estrelas conversam entre si. A alma dos sóis responde ao suspiro das flores. A corrente da harmonia faz todos os seres da natureza se harmonizarem entre si."
Nona Hora: "O número que não deve ser revelado."
Décima Hora: "A chave do ciclo astronômico e do movimento circular da vida dos homens."
Décima Primeira Hora: "As asas dos Gênios movimentam-se com um misterioso rumorejar. Eles voam de esfera a esfera e levam as Mensagens de Deus de mundo a mundo."
Décima Segunda Hora: "Aqui se realiza, pelo Fogo, a Obra da Luz Eterna."